O juiz federal João Paulo Abe autorizou o ingresso da União e do Estado do Tocantins, no polo ativo, da ação de improbidade administrativa em que o Ministério Público Federal (MPF) tenta recuperar R$ 225 milhões suspostamente desviados nas obras investigadas na Operação Ápia, da Polícia Federal, MPF e Controladoria Geral da União.

A partir da decisão do juiz, o Estado e a União irão…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários