Luiz Armando Costa

O atendimento às necessidades da população do Estado naquilo que poder-se-ia ter como prioritário no seu dia-a-dia, preservada a inércia em curso, não será em 2020 materializado com a urgência que os fatos cobram do poder público.

Retirando do orçamento público estadual para 2020 os 53% reservados para as funções de…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários