Notícias

Deputado Carlesse está preso na Assembleia

AL/Divulgação

O deputado estadual Mauro Carlesse (PTB) não deve comparecer à sessão ordinária de hoje, a primeira depois do recesso parlamentar, por estar detido desde a última sexta-feira na Assembleia Legislativa, após cumprimento de mandado de prisão, resultado de processo que corre na Justiça referente ao pagamento de pensão a sua ex-esposa. Ao Jornal do Tocantins, o parlamentar demonstrou estar tranquilo e disse que vai cumprir a decisão porque “a lei deve ser cumprida”.

A decisão pela prisão foi expedida pela Segunda Vara Cível da Comarca de Barueri, Estado de São Paulo, conforme informações da assessoria do parlamentar. Carlesse argumenta que o pagamento da pensão está em dia. “Fui pego de surpresa, mas estou aqui para cumprir a lei porque ela (a lei) deve ser cumprida”, destacou. Uma pessoa que trabalha com o parlamentar enviou ao JTo uma cópia do comprovante de pagamento de Carlesse referente ao mês de julho. No documento está demonstrado o desconto de R$5.656,82 no salário mensal relativo à pensão que, segundo o parlamentar, tem como destinatário a ex-esposa.

A reportagem apurou que Carlesse e a ex-companheira divergem sobre o valor da pensão. A Justiça teria entendido que o valor de R$ 50 mil mensais seria o ideal, conforme a demanda da ex-esposa. O parlamentar não negou esta situação, mas não confirmou a versão sob o argumento de que o processo corre em segredo de Justiça. A reportagem não conseguiu o contato da ex-esposa para que ela pudesse comentar o assunto.

A reportagem também não conseguiu contato com o advogado de Carlesse, que reside em São Paulo, para que ele pudesse dar mais detalhes do processo. O parlamentar, por sua vez, disse que sua defesa estuda a possibilidade de um habeas corpus.

Repercussão

“Estou de cabeça erguida, de alma limpa e respeito a lei”, disse Carlesse, ao ser questionado se a repercussão da prisão o incomoda. Suas filhas, de24 e 26 anos, estão no exterior, conforme o parlamentar. Sobre os efeitos em sua carreira política que a prisão pode vir a trazer, Carlesse também disse que não se incomodar. “Esse é um assunto pessoal, não é político. Meu mandato está sendo cumprido conforme falei na campanha”, disse.

A prisão

Carlesse está preso em seu gabinete. Conforme informações extraoficiais da Assembleia, o parlamentar está na Casa de Leis porque a cela especial, no Quartel do Comando Geral da Polícia, já estaria ocupada.

Conforme informações da assessoria do parlamentar, ele só participará das sessões na Assembleia Legislativa se houver ordem judicial o autorizando. A princípio, ele, conforme sua equipe, não pretende participar das sessões, mantendo-se recluso no gabinete. Em nota enviada na noite de ontem à imprensa, a assessoria de Carlesse declara que ele está sereno e que confia na Justiça.

 

Perfil

Carlesse tem 55 anos, é paranaense de nascimento, mas estabeleceu-se em Gurupi, Sul do Estado, onde é agropecuarista e empresário. Seu patrimônio é de R$ 35,2 milhões, conforme declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral no ano passado. Carlesse está em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa, tendo sido eleito com 12.187 votos. Antes disso, em 2012, candidatou-se a prefeito de Gurupi pelo PV, mas perdeu o pleito para o atual prefeito Laurez Moreira (PSB).

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ