O grupo que ocupou a Ferrovia Norte-Sul (FNS) na manhã da última segunda-feira, 9, no trecho próximo a Palmeirante, a 329 km de Palmas, ainda continua no local. Porém as negociações foram abertas com a Ouvidoria Agrária Nacional do Incra, conforme informou a Articulação Camponesa de Luta pela Terra e Defesa dos Territórios do Tocantins. O grupo conta com famílias camponesas e...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários