Notícias

Pedófilo mantém criança aprisionada em buraco na parede de casa

O homem cavou um buraco atrás da sua geladeira para que pudesse esconder a criança que estava sendo procurada pela polícia

PA
Cleveland Police

Um pedófilo violento fez um buraco na parede da sua casa para esconder uma menina que abusava. Michael Dunn, de 57 anos, foi condenado por uma série de crimes sexuais na cidade Redcar, norte da Inglaterra.

O homem abriu um buraco na parede atrás da sua geladeira para que pudesse esconder a criança que estava sendo procurada pela polícia.

No tribunal, o homem contou que usava um painel para camuflar o buraco onde a menina foi mantida. Com medo de ser surpreendido, Michael instalou câmeras, fechaduras na parte externa das portas e alarmes. A polícia chegou a ir à casa do suspeito em oito ou nove ocasiões.

Exames médicos apontaram que a criança foi vítima de abuso sexual, tendo sido estuprada e espancada por outros homens.

Investigações revelaram outros casos de estupros cometidos por Michael Dunn em várias cidades do Reino Unido. Outra vítima já havia sido presa pelo pedófilo na casa. Ele também violentou duas meninas menores de idade, dando-lhe álcool e cigarros. 

Na quarta-feira (25), o júri o condenou por 10 estupros. O detetive responsável pelo caso, Sargento Dave Pettrick, Cleveland Police, disse que este foi um inquérito extremamente complexo e difícil que se estendeu por muitos anos e vários locais do Reino Unido. “Em primeiro lugar gostaria de prestar homenagem às vítimas pela coragem e apoio à nossa investigação, o que nos permitiu trazer Dunn perante os tribunais”, concluiu o sargento.

PA
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ