Notícias

Falha do MEC deixa 20 mil estudantes sem acesso às notas do Enem 2016

Assessoria de imprensa do Inep informou que técnicos do órgão trabalharam a noite toda para resolver o problema. Que ainda não havia sido solucionado até o fim da manhã

Uma falha no banco de dados do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2016 prejudicou o acesso às notas de ao menos 20 mil participantes. O problema, segundo o governo, tem previsão de ser resolvido só ao longo da tarde desta quinta-feira (19).

A consulta às notas da última edição do exame foi liberada às 11h30 de quarta-feira. Após vários participantes reclamarem nas redes sociais de dificuldades de acesso, a reportaem questionou o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) sobre possíveis falhas. O órgão ligado ao MEC (Ministério da Educação), que organiza o Enem, informou ontem que todas as notas estavam disponíveis.

Nesta quinta-feira, entretanto, o instituto reconheceu que havia uma falha no banco de dados e sobretudo as notas dos candidatos que fizeram a prova em dezembro, por causa do cancelamento da aplicação em escolas ocupadas, não tinham acesso. De acordo com a assessoria de imprensa do Inep, técnicos do órgão trabalharam a noite toda para resolver o problema. Que ainda não havia sido solucionado até o fim da manhã.

O MEC informou que, até as 9h30 desta quinta-feira, mais de 3,3 milhões de participantes haviam conseguido consultar seus resultados. " O volume de acessos e problemas técnicos, contudo, causaram dificuldades para alguns participantes acessarem as notas. Essas situações estão sendo solucionadas e até o final desta quinta-feira todos os resultados estarão disponíveis", informou em nota.

A pasta reafirma que os 1.340.060 treineiros (quem fez a prova antes de terminar o ensino médio) só terão acesso às notas em 19 de março, "como previsto em edital". "Se esses participantes tiverem feito a edição anterior, na sua página de resultados aparecerá a nota de 2015". Esse grupo de participantes representa 16% do total de inscritos no Enem 2016.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ