O Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE) e a Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins (OAB-TO) acertaram esta semana uma parceria de atuação conjunta no combate a ilegalidades eleitorais e crimes de corrupção. Para ambas as instituições, a falta de eleições diretas nos partidos, fortalece os caciques das siglas e cria um ciclo vicioso. Ficou acertado pelas e...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários