Após o Jornal do Tocantins divulgar, no último domingo, que das 3,3 mil contas consolidadas de prefeitos julgadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-TO), desde a criação do Estado, as câmaras municipais informaram à Corte de Contas o Decreto Legislativo de apenas 847 contas, o procurador-geral de Contas, Zailon Miranda Labre Rodrigues disse que representará os presidentes ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários