A procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, pediu ontem proteção à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) - órgão vinculado à Organização dos Estados Americanos (OEA). A requisição, que vale também para todos os funcionários do Ministério Público venezuelano, foi feita após o Tribunal Supremo de Justiça, alinhado ao chavismo, congelar seus bens e pro...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários