O jornal venezuelano Panorama anunciou na segunda-feira (13) que, depois de mais de um século, sua versão impressa deixará de circular devido à falta de papel. O diário era o único veículo impresso restante do estado de Zulia, no noroeste do país. “Esgotado nosso inventário de papel, a edição impressa do Panorama diz até breve aos seus fiéis leitores. Nossa ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários