Sob pressão da comunidade internacional e da oposição, que tentam fazer as Forças Armadas romperem com o chavismo, o presidente Nicolás Maduro recorre a demonstrações de força e promessas de mais recursos para os militares para assegurar o apoio dos generais. Com poucas deserções até agora, analistas avaliam que a maioria dos militares está em compasso de espera. ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários