A psiquiatra e ativista pelo desarmamento nuclear, Alexandra Arce von Herold, acusou na segunda-feira, 4, o ex-presidente da Costa Rica e laureado com um Nobel da Paz, Óscar Arias, de abusar sexualmente dela há quatro anos. Na época, ele tinha 74 anos e ela, 30. Alexandra realizou uma queixa criminal com promotores federais na segunda e fez declaração sob a pena...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários