O opositor que se autoproclamou presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, colocou ainda mais pressão neste domingo, 3, sobre o governo de Nicolás Maduro ao confirmar que pediu ajuda humanitária à União Europeia e a proteção de ativos venezuelanos depositados no continente, enquanto os Estados Unidos "já estão mobilizando e transportando ajuda" ao país. A pressão i...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários