Representantes do presidente autodeclarado da Venezuela, Juan Guaidó, afirmaram nesta segunda-feira, 11, que tiveram sinal verde do Itamaraty para montar um centro de ajuda humanitária em Roraima, de onde vão partir medicamentos e mantimentos para a Venezuela. Eles se reuniram com o chanceler Ernesto Araújo, em Brasília, e combinaram uma visita conjunta, nos próximos d...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários