Esta é a história de uma moça tão pobre que só comia cachorro-quente. Mas não só. É a história de uma inocência pisada, de uma miséria anônima. Assim a escritora Clarice Lispector descreve, numa rara e lendária entrevista à TV Cultura, o último romance que lançou em vida, A Hora da Estrela. Mais realista obra da autora, e, por isso, uma das mais populares – também por cau...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários