O policial militar Leandro Marques de Castro, envolvido na morte de Wilque Romano da Silva em janeiro deste ano, foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE-TO) por homicídio duplamente qualificado. De acordo com o órgão, o PM adulterou a cena do crime, colocando uma arma ao lado da vítima, para simular situação de legítima defesa. Na denúncia o MPE pede ainda q...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários