Estado

Inquérito aponta para dolo eventual no caso Crislânia

Piloto da lancha onde a jovem estava foi ouvido ontem e nega ingestão de álcool e manobras perigosas; delegado diz que ele assumiu o risco da lesão gravíssima à vítima

O auditor fiscal Humberto Célio Pereira, piloto da lancha que amputou a perna da operadora de caixa Crislânia Sousa, pode responder na Justiça por lesão corporal gravíssima com dolo eventual, quando se assume o risco de produzir o crime. O inquérito sobre as investigações do acidente deve ser concluído ainda nesta semana. Pereira foi ouvido na Delegacia Especializada e...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ