Estado

Anestesista faz greve de fome até receber salário atrasado

Salário dos especialistas que atuam nos hospitais públicos não é pago há um ano e dívida de governo com cooperativa chega a R$ 13 milhões

Divulgação
O médico anestesiologista Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira, que atua em Araguaína, Norte do Estado, informou, por meio de uma carta, que realizará uma greve de fome até que os salários dos especialistas, atrasado desde setembro do ano passado, sejam pagos. O protesto dele começou ontem após declaração do secretário de Estado da Saúde (Sesau), Marcos Musafir, de que...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ