Esporte

Mulher de jogador do Flamengo presta queixa na polícia contra sites pornográficos

Advogado afirma que as páginas na internet estão sob risco de acionamento na Justiça por danos morais e difamação

Reprodução/Instagram
Modelo e professora Tayrine Seifert, mulher do goleiro do Flamengo, Alex Muralha

A modelo e professora Tayrine Seifert, de 26 anos, mulher do goleiro do Flamengo, Alex Muralha, foi até a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (29) e fez um boletim de ocorrência contra sites pornográficos.

Segundo o UOL, um vídeo íntimo distribuído nas redes sociais e replicado em páginas do gênero na internet mostrando uma mulher se masturbando foi ligado à Tayrine. Os representantes jurídicos da modelo negam que seja ela nas imagens e apontam a ausência de uma tatuagem no braço como a principal prova. Eles procuraram a DRCI para iniciarem o processo de identificação da origem do vídeo e de responbilização dos distribuidores.

Em nota, o advogado da modelo, Aldo Giovani Kurle, afirma que, caso as imagens não sejam removidas dos sites pornográficos em 24 horas, as páginas serão acionadas por danos morais e pelo crime de difamação. Confira abaixo a íntegra do comunicado:

"A primeira questão é vir a público e deixar claro que não é a Tayrine (esposa do Muralha) nas imagens. Ela tem uma tatuagem grande no braço, e a mulher que aparece nas fotos e vídeos, não. É bom conscientizar e alertar o público em geral que isso não é brincadeira, mas sim um assunto muito sério, que atinge e prejudica as famílias.

Publicar e replicar essas fotos e vídeos, e fazer comentários depreciativos e insultuosos sem averiguar sua autenticidade, acarreta responsabilidades. E medidas já estão sendo tomadas tanto na esfera criminal, para averiguação dos responsáveis pelas publicações, quanto na cível, contra todos os sites de busca e de pornografia que estão mencionando equivocadamente que é a Tayrine. Estes serão notificados para retirar imediatamente qualquer menção a ela e ao Muralha, sob pena de responder por danos morais e por crime de difamação".

Reprodução/Instagram
Tayrine ao lado de Muralha, após a conquista do Flamengo no Campeonato Carioca de 2017
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ