O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) determinou que três promotoras de Justiça acompanhem a acusação de estupro contra o atacante Neymar feita pela modelo Najila Trindade no dia 31 de maio, na 6.ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, na zona sul da capital paulista. A portaria 7807/19 com as designações foi publicada no "Diário Oficial" do último sábado (...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários