Maior favorita ao título depois das eliminações da japonesa Naomi Osaka, da checa Karolina Pliskova e da romena Simona Halep - as três primeiras do ranking da WTA, respectivamente -, a australiana Ashleigh Barty não deu chances para o azar nesta sexta-feira (7) e se classificou de forma inédita em sua carreira à final de Roland Garros ao bater de virada a norte-americana A...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários