Um dos pontos questionados pelo presidente da Associação Comercial de Palmas (Acipa), Fabiano do Vale, é o fato de a empresa escolhida ser de Goiânia e só ter se tornado conhecida ao empresários tocantinenses após a homologação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2017/2019. O outro fato é que a taxa a ser recolhida de R$ 20,00 por trabalhador, segundo Vale, foi...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários