Jogos Indígenas

Esportistas falam da carreira com os fãs

Adilvan Nogueira

A partir de perguntas do público, os esportistas Giba (campeão olímpico de vôlei), Robson Caetano (velocista medalhista olímpico e panamericano), além de Cafu (capitão do penta), Marcus Vinícius D’Almeida (revelação brasileira do Tiro com Arco) e Felipe Fraga (piloto tocantinense da Stock Car) relataram um pouco das suas vidas profissionais em uma roda de conversa que ocorreu ontem, na Oca da Sabedoria na Vila Indígena. 
Robson Caetano contou que quando começou no esporte seu objetivo não era ganhar fama. “Comecei pensando: vou participar do esporte para poder comer o prato de feijão”, conta. Cafu também falou do início da carreira, das principais dificuldades que enfrentou e incentivou os jovens esportistas a lutar pelos sonhos. “Vocês devem sim seguir em frente sempre”, declara. 
Já Giba compartilhou alegria conversar com os fãs. “Somos como vocês e diálogos assim são gostosos demais”, disse, destacando que os jogos são um momento para troca de informações, mas principalmente para aprender com as diferentes culturas indígenas.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
POR DATA
ASSINE JÁ