Durante 30 dias, a contar deste sábado, 3, as visitas de familiares de presos que estão no Pavilhão A da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) estão suspensas. A medida, segundo o gestor que responde pela Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), Heber Fidelis, é para garantir a segurança no local, incluindo dos presos e familiares, além de ser uma punição após t...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários