Das mil crianças que esperam por cirurgia pediátrica no Tocantins, 12 recém-nascidos deverão ser encaminhados para a realização de cirurgia cardíaca fora do Estado mediante atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), porém outras quatro crianças ainda não têm previsão de cirurgia. As datas de transferências não foram infor...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários