A servidora pública Regiane de Oliveira Silva Sobreira, 47 anos, pediu à justiça para atuar como assistente do Ministério Público na ação penal que acusa o homem identificado com Whandeuarly Rodrigues Sousa, 30, conhecido como “Barba”, pelos homicídios acidentais (culposos) dos advogados e ciclistas Valdonez Sobreira de Lima, 47 anos, e Thiago Germano Santos, aos 34 a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários