Criada para garantir que os direitos das mulheres sejam respeitados em todas as esferas da sociedade, a Comissão da Mulher OAB/TO acompanha os casos em que há desrespeito, físico ou moral, contra a mulher no Estado. No entanto, a representante da comissão, a advogada Pâmela Inês de Lima, orienta que as vítimas devem procurar a instância quando se sentirem agredidas ou ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários