Há um ano, o Tocantins se despedia de Raimunda Gomes da Silva, popularmente conhecida como a Dona Raimunda Quebradeira de Coco. De origem humilde, ela se tornou símbolo da resistência feminina no campo, ficou conhecida pelo seu trabalho social como líder comunitária do povoado Sete Barracas, localizado no município de São Miguel do Tocantins, distante 610 km de Palmas, o...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários