A Justiça negou um novo pedido de liberdade e manteve a prisão de Iury Italu Mendanha, acusado de assassinar a ex-namorada Patrícia Aline dos Santos. A decisão, por unanimidade, é da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Tocantins desta terça-feira, 10, e os magistrados acompanharam o voto do relator, desembargador Ronaldo Eurípedes, negando o habeas corpus impetrado p...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários