O Tocantins se aproxima dos 2 mil casos de Covid-19 confirmados em um pouco mais de dois meses de pandemia. O 67º Boletim Epidemiológico contabiliza Tocantins apresenta 1.976 diagnósticos nesta quinta-feira, 21, sendo que somente nesta data eram 168 novas confirmações.

Conforme o Boletim, o Estado chega a 47 mortes (2,3% do total), cinco a mais que a última atualização da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Araguaína tem o maior número de óbitos, com 11 (23,4% dos óbitos) pacientes mortos em decorrência da doença, seguido de Araguatins com oito mortes (17% dos óbitos). A capital do Estado segue com quatro óbitos pela Covid-19.

Outros 1.508 (76,3% do total) pacientes infectados pelo vírus ainda são considerados ativos, já que continuam em isolamento domiciliar ou hospitalar. Desses, juntando com os pacientes residentes de outros estados, 103 infectados estão hospitalizados devido às complicações da doença. Os outros 421 (21,3% do total) já se recuperam da Covid, sendo 221 em Araguaína e 120 em Palmas. Também há recuperados em  São Miguel, Gurupi, Cariri do Tocantins, Couto Magalhães, Paraíso do Tocantins, Colinas do Tocantins, Abreulândia, Aurora do Tocantins, Wanderlândia, Porto Nacional, Campos Lindos, Aguiarnópolis, Aliança do Tocantins, Silvanópolis e Tocantinópolis.

Óbitos

Os cinco novos óbitos registrados pela doença no Tocantins são de pacientes que estavam em hospitais de Araguaína, Araguatins e Tocantinópolis. Uma mulher de 80 anos, hipertensa, residente de Xambioá; uma mulher de 46 anos, residente de Tocantinópolis, portadora de Lúpus; um homem de 51 anos, residente de Araguaína, diabético; um homem de 88 anos, residente de Araguaína; e um homem de 77 anos, residente de Araguatins, são as vítimas falecidas dessa doença registradas nesta quinta.

Araguaína

Atualmente o Tocantins tem 71 municípios com casos registrados sendo que Araguaína lidera a lista e contém a maioria absoluta dos diagnósticos com 834, que representam 42% do total do Estado. Para saber mais detalhes sobre os dados de cada cidade, o Estado tem disponível uma plataforma com esses número, que pode ser acessada aqui

Conforme a Prefeitura de Araguaína, com mais duas mortes registradas na cidade nesta quinta, o município chega a 11 caso em um intervalo de menos de dez dias a contar do primeiro óbito, registrado no último dia 11.

A rede hospitalar no Município, somando pública e privada, conta com 95 leitos exclusivos para Covid-19, sendo 67 leitos clínicos e 28 em unidades de tratamento intensivo (UTI). Desses, até a última terça-feira, 19, 16 leitos clínicos (22,5% do total) e 12 de UTI (24%) estavam ocupados.

O Hospital Dom Orione (HDO) dispõe de 28 leitos clínicos e 16 UTI, desses, quatro clínicos e sete UTI estão ocupados. Já o Hospital de Doenças Tropicais (HDT) possui 10 leitos clínicos, estando sete ocupados. E o Hospital Regional de Araguaína (HRA) comunicou ter 10 leitos de UTI, com ocupação de quatro. Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), há sete leitos, sendo dois com suporte avançado, e todos os clínicos e um avançado estão ocupados.