A tempestade que caiu na tarde desta quarta-feira, 15, em Guaraí, região central do Tocantins, deixou casas destelhadas, sem energia, além de árvores e postes caídos pela cidade.

Conforme o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), a probabilidade de chuva para a cidade de Guaraí nesta quarta era de 5%.

Por telefone, o secretário de Meio Ambiente de Guaraí, Weliton Mendonça, detalhou alguns dos transtornos causados pelo temporal e adiantou que na quinta-feira, 16, haverá muito trabalho pela cidade.

"Tem local que quebrou o telhado, ficou sem energia. Tivemos informações que tem mais coisas nas ruas espalhadas. Estamos tirando as árvores que interditaram ruas,e tem árvore também que bateu em cima de casa", relatou o secretário, enquanto trabalhava junto com equipes nas ruas.

Em algumas regiões, árvores caíram e interditaram ruas; em outras, caíram em cima de muros e residências, como mostram algumas imagens enviadas pelo secretário. Uma delas, mostra uma árvore caída e vários pequis espalhados pela rua.

Das equipes empenhadas, 9 são brigadistas e outros voluntários. “Tem umas 20 pessoas na rua ajudando, alguns que foram prejudicados e outros colegas nossos”, contou.

Informações preliminares dão conta que os locais mais afetados são: Setor Nova Querência, AABB (setor sul), Setor Pôr do Sol II, Setor Jardim Brasília e Avenida Rio Grande do Sul. O secretário informou que somente amanhã terá uma média de quantas árvores caíram.

Até a tarde de quarta-feira, não havia informações de feridos ou se alguma família precisou deixar a residência.

“Tem equipes da brigada Guará que estava de plantão e se deslocou para a rua para ajudar. Ano passado caíram 33 árvores na rua. Ainda não sabemos o total dessa chuva de agora”.

Em um dos vídeos enviados, em uma reserva localizada próximo ao Setor Por do Sol II, houve muita queda de árvores. Em outro, uma residência praticamente destelhada. Uma outra imagem divulgada, aparece parte de um muro que caiu em cima do carro.

O Setor Nova Querência ficou sem energia. De acordo com o secretário, a previsão é que as equipes da Energisa consigam religar somente na quinta-feira. Cerca de quatro postes caíram neste setor.

Já na Avenida Rio Grande do Sul, algumas árvores caíram em casas. O secretário informou que equipes fizeram os cortes das árvores e que na quinta-feira será realizada uma operação para recolher.

O Jornal do Tocantins solicitou informações à Energisa e aguarda retorno.