O encontro entre o belo, o funcional e o econômico

Jardins, praças e parques, públicos ou privados, precisam trazer consigo o equilíbrio entre beleza, utilitarismo e economicidade. A beleza precisa ser revisitada fora da pasteurização e do colonialismo, com a revalorização da cultura local, naturalista e diversa. O bonito tem de ter significado, ser brasileiro e regional,…

Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários