Nos últimos meses, as unidades prisionais do Tocantins registraram várias fugas, tentativas, além de mortes e feridos. Entre os motivos, segunda avalia o governo, estão a superlotação das unidades prisionais, o déficit de pessoal e a falta de equipamentos. No Tocantins, somente este ano, 53 reeducandos fugiram das unidades prisionais, 21 foram recapturados, somados alg...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários