Apesar da edição da Medida Provisória (MP) nº 16, publicada pelo vice-governador Wanderlei Barbosa, no exercício de chefe do Executivo no dia 3 de outubro, criando indenizações aos servidores dos sistemas penitenciário e socioeducativo, o não pagamento até agora de nenhum valor está gerando insegurança, conforme a Associação dos Profissionais do Sistema Penitenciário d...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários