Após ser obrigado a efetuar o pagamento para os serviços dos anestesiologistas através de ordem judicial, o Estado resolveu renovar o contrato com a Cooperativa de Médicos Anetesiologistas do Tocantins (Coopanest) e garantir o pagamento dos atrasados de 2015 e primeiro semestre deste ano, no valor de R$ 6.6 milhões, como forma de não interromper os serviços prestados...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários