Os anos de 2008 e 2009 ficaram marcados para uma adolescente, hoje com 17 anos, não por lembranças alegres, mas por ter sido vítima de um estupro que só conseguiu verbalizar recentemente à Polícia. Moradora de Nova Olinda, a 313 km de Palmas, a jovem decidiu denunciar o abuso sofrido entre 7 e 8 anos supostamente pelo próprio tio e o caso veio à público no dia 11 de o...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários