Vinte e quatro reeducandos da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) irão receber capacitações para atuar como agentes promotores de saúde na unidade. O grupo conduzirá ações compatíveis com as de agentes comunitários municipais para promoção e prevenção, mapeando e encaminhando outros reeducandos que necessitem de atendimento na unidade prisional. O objetivo é adeq...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários