Começou ontem, em Xambioá, Norte do Estado, o julgamento de Ronaldo Espíndola Silva, acusado de participação no assassinato da professora Isabel Pereira da Silva, ocorrido em Junho de 2009. O julgamento, que foi realizado sem a presença do réu, que continua foragido, não havia terminado até o fechamento desta edição. Silva é o quinto, dentre os dez acusados de envolvim...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários