Nesta quarta-feira, 29, em consulta ao mapa virtual da Secretaria Municipal de Saúde de Palmas, denominado de Painel Epidemiológico da Covid-19 e que mostra os números na Capital, é possível perceber que a quadra 706 Sul registra o maior número de casos da doença na cidade. Das 48 confirmações, seis estão na quadra, porém esses números podem mudar com a divulgação dos novo boletins.

O mapa também aponta que a maioria dos casos está na região central da Capital e apenas 16 estão distantes do centro cidade. Assim que foi lançada, a plataforma indicava através da geolocalização, os casos descartados, confirmados e investigados.

Agora, apenas os casos confirmados aparecem localizados no mapa na cor vermelha e os números dos descartados e notificados ficam disponíveis em verde e amarelo, respectivamente. A Semus garante que as coordenadas fazem referência à quadra ou bairro e não representam o endereço do cidadão.

Os casos estão distribuídos na cidade assim: Jardim Aureny II (2), Jardim Aureny III (1), Jardim Aureny I (1), Santa Fé (2), Taquaralto (1), Bela Vista (1), Sônia Regina (1), Setor Sul (1), 1.603 Sul (1), 1.306 Sul (1), 1.106 (1), 804 Sul (2), 706 Sul (6), 605 Sul (2), 604 Sul (3), 612 (1), 407 Sul (1), 404 Sul (1), TO 050 (1), 201 Sul (2), 212 Sul (1), 204 Sul (3), 205 Sul (2), 110 Sul (3), 108 Sul (1), Orla 14 (1), 106 Norte (1), 107 Norte (1), 307 Norte (1) e 603 Norte (1). Acesse o mapa através do link.

Óbitos

Palmas registra duas mortes em decorrência da doença. A primeira ocorreu em 14 de abril, com o falecimento da assistente social da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), Francisca Romana Chaves, de 47 anos. O segundo óbito na Capital foi confirmado pela SES nesta quarta. Trata-se de Valdir Conceição Teles, 52 anos, que era motorista de caminhão e estava internado no Hospital Geral de Palmas desde o último domingo, 26.

Ao todo, o Estado registra três mortes pela doença. Além dos dois casos de Palmas, o empresário de Paraíso do Tocantins, Erlim de Andrade, de 68 anos, conhecido como Caju, faleceu à zero hora de segunda-feira, 20 no Hospital Anis Rassi, em Goiânia. 

Mais informações sobre os números de casos confirmados tanto na Capital, quanto no Tocantins, devem sair logo mais no boletim diário da Secretaria de Estado da Saúde (SES).