O pronto socorro do Hospital Regional de Porto Nacional enfrenta novamente prejuízos no atendimento ao público devido à falta de médicos. Em um comunicado enviado ainda ontem pela diretoria da unidade ao Sindicato dos Médicos Tocantins (Simed) informava que nesta quarta-feira, 6, haveria somente um médico de plantão na escala da unidade, conforme publicado pela Secretaria E...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários