A situação nos rios Formoso, Xavante, Dueré e Javaés, que fazem parte da Bacia do Rio Formoso, está crítica devido à estiagem e, principalmente, à captação de recursos hídricos por parte de empreendimentos agrícolas. A população e uma vistoria do Centro de Apoio Operacional de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma) do Ministério Público Estadual (MPE-TO) identificaram q...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários