Uma servidora pública que atua como professora no município de Praia Norte, cidade distante a 634 km de Palmas, está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual (MPE) por improbidade administrativa. De acordo com o órgão, a servidora, ocupante do cargo de professora da Educação Básica, recebeu a quantia de R$ 102.309,60, conforme consta nos print’s do Por...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários