A nomeação e posse de promotores de justiça substitutos para o Ministério Estadual Público (MPE-TO) foi cancelada pelo Procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior.  As portarias nº 600 e 606, de julho de 2018, que nomearia três profissionais para o cargo de Promotor de Justiça substituto não tem mais efeito devido ao limite de gastos com pessoal previsto p...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários