Uma denúncia pelo 190 de quem um suspeito de feminicídio cometido no dia 1º estaria consumindo bebidas em um bar de Araguaína, levou policiais à prisão de Cícero Alves Barros, 43 anos, no domingo, 4. Conforme o Boletim de Ocorrência, a prisão dele se deu porque havia um mandado de prisão contra ele por estupro, expedido pela 3ª Vara Criminal de Araguaína, desde ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários