Com o objetivo de apurar possível ato de intolerância religiosa ocorrido no município de Nova Rosalândia, cidade distante a 107 km de Palmas, o Ministério Público Estadual do Tocantins (MPE-TO) instaurou, na segunda-feira, 18, uma investigação. O caso ocorreu na véspera do Dia de Finados, quando praticantes da umbanda teriam sido impedidos de externar seus cultos...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários