Mais uma vez mensagens de possíveis atentados a unidades escolares tocantinenses assustaram a população. Desde o ataque e massacre ocorrido em Suzano (MG), no dia 13 de março, esse já é o terceiro caso registrado pelas forças policiais, o primeiro em Arapoema, o segundo em Palmas e esse último em Araguaína. Conforme a Delegacia Regional da Polícia Civil da cidade...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários