A família da menina de cinco anos, que foi raptada, estuprada e abandonada por um homem de 41 anos, em Araguaína, ajudou nas investigações para as polícias Civil e Militar prenderem o suspeito na tarde desta sexta-feira, 26. Em uma coletiva, realizada neste sábado, na Secretaria de Segurança Pública (SSP), eles confirmaram que tiveram ajuda da família da vítima para o...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários