Policiais Civis da Divisão Especializada de Repressão à Corrupção (DECOR) cumprem seis mandados de busca e apreensão e três de prisão contra servidores do Naturatins investigados por cobrar propina de até R$ 200 mil, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira, 24, data da operação deflagrada em Palmas, Gurupi e Novo Acordo.   “Em um dos casos, foi cobrado um v...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários