A ordem de soltura do farmacêutico Iuri Vieira Aguiar, de 37 anos, determinada por liminar do Habeas Corpus, foi assinada nesta terça-feira, 1ª, em despacho da Justiça. A liminar concedida pela desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe nesta segunda-feira, 30, entendeu que não existia a necessidade da prisão preventiva do alvo, que é investigado na Operação ONGs d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários