O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta quarta-feira, 9, que não cortou recursos da educação "por maldade". O presidente justificou o corte de 30% nas instituições federais por dificuldades financeiras do governo: "Ninguém vai cortar recursos da educação por maldade". "Herdamos uma dívida muito grande de outros governos. O Brasil está em situação di...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários